Conhecendo os Filósofos Essencialistas

Esta webstory apresenta uma visão geral dos filósofos essencialistas, começando com uma introdução ao essencialismo e terminando com uma reflexão sobre seu impacto.

Por: Estoico Viver

Introdução

Os filósofos essencialistas acreditam que as coisas têm uma essência - uma natureza intrínseca que as torna o que são.

Leia mais

Platão

Platão foi um dos primeiros filósofos essencialistas, argumentando que as ideias são mais reais que o mundo físico.

Leia mais

Aristóteles

Aristóteles, aluno de Platão, também era um essencialista. Ele acreditava que tudo tem um propósito ou finalidade.

Leia mais

Tomás de Aquino

Tomás de Aquino, um filósofo medieval, combinou o essencialismo de Aristóteles com a teologia cristã.

Leia mais

René Descartes

René Descartes, o pai da filosofia moderna, era um essencialista. Ele é famoso por sua frase "Penso, logo existo".

Leia mais

Immanuel Kant

Immanuel Kant, um filósofo iluminista, acreditava que a realidade é construída pela mente humana.

Leia mais

Georg Wilhelm Friedrich Hegel

Hegel, um filósofo idealista, acreditava que a realidade é um processo de constante mudança e desenvolvimento.

Leia mais

Martin Heidegger

Martin Heidegger, um filósofo existencialista, rejeitou o essencialismo. Ele acreditava que a existência precede a essência.

Leia mais

Jean-Paul Sartre

Jean-Paul Sartre, outro filósofo existencialista, também rejeitou o essencialismo. Ele acreditava que os humanos são livres para criar sua própria essência.

Leia mais

Simone de Beauvoir

Simone de Beauvoir, uma filósofa feminista, criticou o essencialismo por perpetuar estereótipos de gênero.

Leia mais

Judith Butler

Judith Butler, uma filósofa pós-estruturalista, também criticou o essencialismo. Ela acredita que o gênero é uma construção social.

Leia mais

Conclusão

Os filósofos essencialistas nos desafiam a considerar a verdadeira natureza das coisas, além de sua aparência física.

Leia mais